Brasília – De acordo com reportagem da jornalista Andréia Sadi, da Rede Globo, pode-se inferir que o presidente Michel Temer muda seu comportamento jurídico de acordo com as movimentações de Marcelo Odebrecht. Segundo advogados e psicólogos do PMDB consultados pela reportagem TICS.TAXI, isso significa que Temer é isento e não deve nada e por isso pode mover-se a vontade no tabuleiro do xadrez político da capital.

“É Temer não deve nada, tá tudo 100% beleza”, afirmou um assessor de um primo de um deputado do PMDB durante um baile de carnaval em Brasília. “Essa minha declaração comprova que Michel Temer está totalmente isento de quaisquer efeitos dos depoimentos de Marcelo Odebrecht, que segue preso hahaha.”, concluiu.

Outra forte indicação de que não há nada errado na política é o fato de não ter surgido qualquer notícia negativa sobre o governo nas transmissões da Rede Globo durante os 25 dias do carnaval 2017.

Movimentos de Rua Reagem

Movimentos de rua que apoiaram o impeachment de Dilma Rousseff também planejam mais 150 dias de carnaval para que seja possível terminar de estancar a sangria e delimitar a Lava Jato onde está, em um grande acordo nacional com o STF e tudo.

“Vamos para a rua!”, afirma o líder do Instituto Brasil Limpo, Paulo Panella, conclamando a população para seguir pulando carnaval e vendo a Rede Globo falar da Ivete Sangalo até o fim de 2018.

 

A Voz dos Videntes

Segundo videntes consultados pela reportagem, agora que já ocorreu o impeachment de Dilma Rousseff, a chapa Temer/Dilma poderá ser julgada no TSE até o fim do ano de 2056 DC. Astrônomos também concordam com a data, prevendo uma colisão de 7 meteoros contra a Terra antes do TSE cassar a chapa.

“Calculamos a probabilidade do TSE julgar Michel Temer antes do ano 2056 em 0,00156%” afirmou o físico Herbert Tsestein, do Instituto de Pesquisas Aeropolíticas da Unicamp em São José dos Campos.

A previsão astronômica também é confirmada por advogados especializados em casos semelhantes no TSE, que acreditam que não haverá julgamento da chapa PMDB/PT antes de 2056.

“Kkkkkkkkkkkkkkkk” afirmou o advogado Damázio Pirez, do escritório advocatício Pirez & Associados de Brasília, quando consultado sobre a possibilidade do TSE cassar o mandato de Michel Temer.

— —

Foto: José Cruz / Agência Brasil  ABr

Imagem em Destaque