O #Paperback é um programa bem interessante, desenvolvido pelos mesmos criadores do poderoso debugger OllyDbg.

Você imprime uma imagem bitmap em papel comum, e esse bitmap conterá os dados que se desejam salvar impressos. Posteriormente, usando um scanner comum, é possível digitalizar e recuperar os dados novamente.

Você consegue imaginar algo útil para se fazer com códigos impressos em um papel, dobrado dentro de um livro da Agatha Christie, passando transparentemente pela alfândega de um País remoto e perigoso? Brincadeiras a parte, é justamente para isso que o software serve: para transportar dados em um meio aparentemente inócuo e com longa durabilidade. Por incrível que pareça, o papel é um dos meios de armazenamento de dados mais seguros que temos. Enquanto a vida útil de um DVD-ROM ou flash-drive (“pen drive”) é de 10 a 20 anos, dados em papel podem durar milhares de anos quando bem conservados.

Segundo os autores, é possível gravar até 3 Megabytes de dados em uma única página, se a impressora usada tiver boa resolução (600 dpi). O impressionante disso é que 3 Megabytes pode representar um livro inteiro, impresso em uma única página! Em comparação, os QRCodes conseguem armazenar até alguns KB.

Imagem em destaque: Pixabay

Imagem em Destaque