A ONG Partiu 420 estaria auxiliando a Polícia Federal na execução da operação Greenfield. Segundo maconheiros consultados pela reportagem, agentes de elite da 420 estariam realizando uma enorme operação neste instante, em paralelo com a PF, na Chapada dos Veadeiros.

Para garantir a segurança da operação, nenhum outro detalhe foi fornecido pela ONG, além do fato de mais de 700 pessoas estarem envolvidas diretamente na organização e execução da Greenfield.

“Tá rolando um Greenday…..digo um Greenfield”, afirmou um dos organizadores.

Quando perguntamos qual seria a colaboração da ONG com a Polícia Federal, os organizadores foram vagos:

“Cara….a polícia tá lá em Brasília sacou”, explicou o filósofo Bráulio da Costinha Trellis, natural de Santa Catarina.

Apesar dos esforços de nossa unidade investigativa, os únicos detalhes até o momento são de que a operação visa combater a corrupção. Os participantes da operação teriam se reunido em Brasília às 5 AM para organizar a logística e alocar recursos necessários à Operação Greenfield.

Os organizadores garantem que o sigilo foi mantido, apesar de, no momento, estar ocorrendo muitos vazamentos que os líderes do movimento atribuem a “sinais de fumaça” que alguns agentes infiltrados poderiam estar enviando para os alvos da operação.

Maiores detalhes sobre a Operação Greenfield alternativa serão noticiados conforme se tornarem disponíveis.

 

— —

Foto: Andy Mitchell – Glasgow, UK

Imagem em Destaque