A União Européia mandou recolher lotes de Nutella após um de seus ingredientes principais, o óleo de palmeira, ser considerado cancerígeno quando ingerido.

Há muito tempo se fala na “indústria do câncer” onde empresas ligadas a grandes redes hospitalares e laboratórios controlam também a produção de alimentos que, na opinião de alguns, configura um gravíssimo conflito de interesses.

A empresa Ferrero, que produz o Nutella, afirma que não há qualquer problema no produto, e luta na justiça para liberar a venda na União Européia. Mas, por enquanto, nada feito. Nutella está proibido na Itália e demais países da UE.

 

Imagem em Destaque