Alguém precisa entrar com a mesma medida que o juiz Itagiba Catta Preta Neto julgou em 2016, quando impediu a posse de Lula. Os motivos são praticamente idênticos.

A decisão, citada em matéria de O Globo, é claríssima:

“(A posse) implica na intervenção direta, por ato da excelentíssima senhora presidente da República, em órgãos do Poder Judiciário, em deslocamento de competências. E este seria o único ou principal móvel da atuação da mandatária – modificar a competência, constitucionalmente atribuída, de órgãos do Poder Judiciário. Ato presidencial que, ao menos em tese, é de intervenção no Poder Executivo, no exercício do Poder Judiciário. Ato que obsta ou é destinado a obstar o seu – do Judiciário – livre exercício”, escreveu o juiz.

O PSB, agora aliado do governo, que por sinal é praticamente o mesmo governo da Dilma, não vai entrar com uma representação contra a posse de Moreira Franco como ministro?

Moreira Franco, um dos aliados mais fortes de Michel Temer, é sogro de Rodrigo Maia, recém reeleito(?!) para a presidência da Câmara.

Para terem uma idéia da força de Moreira Franco, segue um trecho de reportagem da Folha:

Cunha afirmou ainda que a eminência parda do governo é o secretário de Parcerias e Investimentos de Temer, Moreira Franco, que é sogro de Rodrigo Maia. “Quem comanda o governo é o Moreira Franco, que é o sogro do presidente da Casa. O sogro do presidente da Casa comandou uma articulação que fez com que tivesse uma aliança com o PT [para a eleição de Maia]”, afirmou.

Com a palavra Ricardo Noblat

Hit The Pans?

E o povo revoltado com a corrupção, está neste momento na frente do Palácio do Planalto? Assim foi no dia em que Dilma nomeou Lula ministro, não foi? Certeza que a população não vai aceitar essa posse assim tão pacificamente.

Este blog não é petista, é 100% privado e nunca recebemos qualquer verba de qualquer espécie. Mas é que ver a falta de coerência e a revolta seletiva nos dá a certeza de que o Brasil ainda não encontrou o veio da moralidade, apenas entramos na era do relativismo ideológico da corrupção.

Foto: Governo Brasileiro / Wikimedia

Imagem em Destaque