O telescópio Hubble produziu algumas das imagens mais fascinantes do universo que existe ao nosso redor. Desde o início dos anos 1990, a humanidade tornou-se ciente da aparência da imensidão que existe fora do planeta Terra. Antes, sabíamos apenas por ondas de rádio que haviam incontáveis corpos celestes fora do sistema solar. O Hubble nos deu olhos para ver, pela primeira vez, em cores e com perfeita nitidez, estrelas, planetas, galáxias e até de corpos celestes que sequer existem mais, mas sua luz continua chegando até nós.

Nossa foto do Hubble (veja mais abaixo) de hoje é a imagem da morte de uma estrela.

A estrela “Ovo Podre” explodiu a 5000 anos luz da Terra. Ela tem esse nome pois é composta em maior parte por enxofre, que tem cheiro bastante desagradável. Ao explodir, expulsou gases para os dois lados, o que pode ser visto pela formação amarela. A velocidade dos gases cuja imagem o Hubble capturou com perfeição é da ordem de milhões de km/h.

O mais curioso é que pelo fato dessa estrela encontrar-se a 5000 anos-luz da terra, tudo isso que estamos vendo agora ocorreu 3000 anos antes do nascimento de Jesus – pois esse é o tempo que a luz levou para chegar até nós.

Essa estrela, fotografada hoje pelo Hubble, morreu há 5000 atrás.

 

—-

Foto: NASA

Imagem em Destaque