Londres, Piauí – Um novo escândalo atinge em cheio a cúpula do poder do Reino Unido e promete abalar os mercados na abertura de segunda-feira (21) .

De acordo com o relato de Lord Ashcroft e Isabel Oakeshott, o Primeiro Ministro do Reino Unido teria cometido atos libidinosos com um leitão. Para piorar a situação, o bichinho não estava mais vivo no momento dos atos. Para piorar mais um pouco, a cabeça não estava mais fisicamente ligada ao corpo do leitão no momento em que o ato foi cometido. Para piorar mais um pouco, tudo isso ocorreu no colo de um outro ministro do parlamento. Para piorar um pouco, supostas testemunhas dos atos afirmam que existem fotografias que comprovariam tudo. Para pior….na verdade não tem como piorar mais.

De acordo com Bernardo Smith Klingsman, analista da Kruggenstein Investments, consultoria que administra R$ 17,600,59 em recursos, o caso não é o primeiro na história de líderes mundiais.

“Realmente já houveram casos parecidos, porém os mais conhecidos ocorreram entre dois seres humanos onde ambos estavam vivos.”, explica.

O Primeiro Ministro ainda não se manifestou sobre o assunto e a expectativa é que ele jamais o faça.

O Dinheiro.Money tentou contato com o palácio de 10 Downing Street mas não tínhamos créditos suficientes para completar as chamadas até o fechamento desta edição.

Foto: World Economic Forum / Wikimedia Commons

Imagem em Destaque