Corre um boato nas redes sociais de que, a partir do dia 12 de Abril, o Facebook revelará quem visitou quais perfís da rede social.

Segundo os myth busters de plantão, tudo não passa de uma farsa, uma brincadeira. Mas….e se for verdade? Qual seria o problema de revelar quem você visitou e vice-versa?

A ocultação dessa informação não seria uma enorme distorção gerada pelas redes sociais? Ou esse sigilo reflete um comportamento humano natural e que, portanto, deve ser imitado pelo “sistema”?

Na vida real, você vê fotos, relatos do que fez, listas de pessoas conhecidas, conversas alheias e outras informações das pessoas sem que elas fiquem sabendo? As redes sociais nos dão essa possibilidade, e muitos perfís deixam seus dados totalmente abertos, nem ligam para a bisbilhotagem de voyeurs anônimos.

Sabe-se que muitas funcionalidades das redes sociais não refletem a realidade – então não necessariamente há a obrigação de refletir o convívio natural no sistema do Plus ou Facebook. Para citar um exemplo, há perfís com milhares de amigos. Qual cidadão médio tem mais de 1000 pessoas em seu convívio rotineiro? Justamente por não ter o compromisso estrito de refletir a realidade do convívio social, o Facebook faz tamanho sucesso. As pessoas curtem um “voyeur de leve”, passeando pelas páginas de rivais, ex, a mulher do amigo, o marido da amiga e por aí vai. Muitas vezes sem maldade alguma, por pura curiosidade.

Vê-se que, ao mesmo tempo que há um desejo de monitorar a vida alheia, há também uma vontade de se expor, de mostrar sua vida íntima para o mundo sem saber quem poderia estar vendo. As pessoas que abrem suas vidas íntimas, veriam de forma negativa quem visitou sua página? Sinto que a resposta é não. Quem deseja se expor, já o faz livremente e não liga para resguardar sua privacidade.

Relembrando o que disse o ex-CEO do Google, Eric Schmidt: “se há algo que você faz online e que não deseja que outros saibam, talvez não devesse fazê-lo em primeiro lugar”. Ele foi duramente criticado por ter dito isso, mas será que lá no fundo ele está tão errado assim?

Visualizar quem acessou o perfil de quem provavelmente seria um desastre para muitos casamentos. E talvez geraria um clima desconfortável em muitos ambientes de trabalho.

Mas também poderia unir novos casais e criar novos laços de amizade antes não vislumbrados, talvez alguns laços atados seriam até mais autênticos. Quem sabe? Talvez a quebra desse sigilo desse um caráter mais natural às redes sociais, pois em geral sabemos quem está nos observando ou interessado em nós na vida real.

Divagações a parte, saiba que atualmente não existe essa possibilidade. Nenhum plugin para Chrome ou Firefox dá a possibilidade de ver quem acessou seu perfil, porque essa informação só existe nos servidores do Facebook. Obter esse dado só seria possível se fosse uma extensão oficial do próprio Facebook, e que não deverá existir tão cedo. Dia 12 de Abril pode até ter eventos interessantes, mas esse não será um deles.

Foto: Señor Codo @ Flickr

Imagem em Destaque