News Tab

Categoria : /proc/security/votoeletronico

A semana trouxe várias notícias que agitaram o meio político mas, no que diz respeito à Operação Lava Jato, as mais importantes foram a homologação da delação da Odebrecht pela Presidente do STF, e em seguida o “sorteio” do novo relator do caso naquela Corte. Eis que, no mesmo passo em que a homologação se deu, surpreendentemente, sem grande alarde (talvez em função do inesperado sigilo que foi decretado), já…

A coluna de hoje da jornalista Eliane Catenhede fala do “sorteio” do STF para a escolha do relator da Lava Jato: Sem o preferido Celso de Mello, tudo e todos queriam Fachin. Aparentemente, até o software de sorteio eletrônico. E prossegue: Sorte? Coincidência? Ou manipulação do sorteio por algoritmo? Antes do sorteio [sic], o Supremo destacou três altos técnicos para explicar a repórteres como funciona o sistema. Durante, Cármen Lúcia…

O sistema de votação eletrônica vot.ar, da Argentina, é realmente interessante e a forma como o voto impresso foi implementado aparenta ser muito eficiente. O vot.ar cumpre os prerequisitos básicos de um sistema de votação eletrônico: agiliza a contagem por meio digital e, ao mesmo, tempo gera  uma “trilha de papel” para que qualquer pessoa possa recontar os votos manualmente, caso seja preciso. O voto eletrônico fica gravado na cédula…

Follow these steps to get Let’s Encrypt SSL certs installed for your shared hosting domains. This should work on any shared hosting where the Cpanel allows for SSL management. tl;dr; The idea is to use the letsencrypt-auto –manual mode and create the verification file via the Cpanel shared hosting file manager (or FTP) onto your URL such as http://YOURDOMAIN.COM/.well-known/acme-challenge/sd9f9sdf9s9df9sd9f9sdf9s9df99sdf9 for Let’s Encrypt’s verification. 1) Download the Let’s Encrypt client. Instructions…

Uma vulnerabilidade de graves proporções está sendo ignorada pelos maiores distribuidores de software na WWW. O pesquisador alemão Stefan Kanthak vem tentando avisar as empresas sobre o problema, mas por enquanto vem sendo solenemente ignorado. O chamado sequestro de DLL’s acontece porque o Windows procura pelas bibliotecas por nome, partindo de um certo caminho que, normalmente, inicia com a localização atual do programa. Esse exploit é dificultado no UNIX visto…

Auditoria realizada pelo PSDB não conclui se houve ou não fraude no voto de 2014. Infelizmente, a imprensa noticiou que o “PSDB concluiu que não houve fraude em 2014”. É uma interpretação equivocada do texto que será entregue ao TSE. A verdade é que é, para fins reais e práticos, impossível de auditar o sistema criado pelo TSE. Todas as trilhas de auditoria foram bloqueadas. Terminamos com o famoso “la…

Mais uma atitude equivocada e que lança ainda mais suspeição sobre as urnas eletrônicas. “[…] o voto impresso teve posicionamento contrário do TSE devido aos “altos custos da operação”, que levaram o Ministério do Planejamento a indicar o veto. “A medida geraria um impacto aproximado de R$ 1,8 bilhão entre o investimento necessário para a aquisição de equipamentos e as despesas de custeio das eleições”, justificou Dilma. A justificativa dos…

O TSE obrigou os eleitores do DF a efetuarem cadastro biométrico para as eleições de 2014, sob pena de ter cancelado o título do eleitor. No entanto, o resultado foi um enorme fiasco e um festival de transtornos para os eleitores.

Demora e barra de progresso nas urnas eletrônicas

Muitas pessoas vem reclamando da demora no término do registro e aviso sonoro final após confirmar o voto para presidente na votação de hoje. Segundo uma representante do TRE do Rio de Janeiro, as urnas que estão demorando são de 2004, portanto tem hardware ultrapassado. Um simples teste, realizado em computador caseiro, revela que pode haver algo a mais por trás dessa demora.

A urna eletrônica exige que seja digitado nela o título de eleitor?

No momento em que votamos, o mesário remove o canhoto do livro de eleitores daquela seção contendo nosso título de eleitor, de modo que a pessoa não possa votar 2 vezes. O eleitor, inclusive, leva para casa uma 2a via desse canhoto como prova de que votou. Então por que o mesário ainda digita seu título de eleitor na urna eletrônica, exatamente antes de autorizar nosso voto?