Rio de Janeiro – A nova campanha de doação de órgãos já é um enorme sucesso. Apenas na manhã de sexta-feira (10) já foram recebidos 10 corações, 7 fígados, 20 rins, 30 medulas, 40 pancreas, entre outros órgãos vitais e muito necessários aos transplantes frequentes, especialmente em cidades em guerra civil como Aleppo, Baghdad, Rio e São Paulo. Hoje pela manhã (sábado 11) esse número já havia dobrado, e os hospitais esperam ainda mais doações até segunda feira.

Um Doador Especial

Mas o que realmente chamou a atenção dos médicos foi a bondade de um rapaz de 18 anos que, chegando ao Hospital Distrital de moto, na chuva, com ropas muito humildes, fez a caridade de doar, de uma só vez, 5 corações e 10 córneas. Os médicos nem conseguiram agradecer o moço, que assim que entregou os órgãos, partiu em disparada com sua motocicleta. Porém enquanto acelerava deu renovadas esperanças aos médicos:

“Vai ter mais essa noite segura morro que nóis tá na área”, teria gritado enquanto partia.

Os médicos aguardam desde já a nova remessa que poderá salvar incontáveis vidas na comunidade.

Participe! Tire todas as suas dúvidas conosco!

Quem pode doar órgãos?

Normalmente somente os mortos podem doar órgãos, porém há excessões. Se você participa de torcidas organizadas ou é turista estrangeiro perdido pelas ruas do Rio ou SP, poderá solicitar a extração de órgãos ainda em vida.

Sou pago para doar meus órgãos?

Não amigão. Primeiro porque você já estará morto quando doar. Segundo que não é venda, é doação.

Doar órgãos dói?

Sim. Porém o castelo da sabedoria só se atinge pela rota do extremo sofrimento. Então relaxe e doe. Brincadeira, não dói, você já estará morto.

Como posso começar a doar?

Siga seu GPS na zona suburbana do Rio de Janeiro e São Paulo e apenas dirija seu carro com janelas abertas e aguarde a cada semáforo vermelho. Em alguns instantes surgirão motoqueiros e outros tipos de profissionais que providenciarão a condição necessária para a doação. Se desejar otimizar o processo, utilize um relógio bem caro no braço esquerdo para fora do carro enquanto dirige, ou faça-se parecer um turista europeu.

— —

Imagem: MarioM

Imagem em Destaque